No famoso livro A Arte da Guerra, Sun Tzu deixa claro que, para vencer qualquer batalha, é necessário conhecer a si mesmo e ao inimigo. Trazendo esse ensinamento para o mundo dos negócios, podemos dizer que, para se destacar no mercado e atingir seus objetivos, conhecer bem o mercado e a sua empresa é o principal fator que fará com que você obtenha êxito.

E uma das formas de conseguir esse conhecimento é por meio de análises de dados — ou seja, examinar toda informação que você detém para criar soluções inteligentes de negócios. Entre várias maneiras de utilizar esses dados, o Data Driven Marketing é, de longe, uma das mais eficazes e capaz de trazer retornos mais significativos.

Então, para entender melhor o que é o Data Driven Marketing e como é possível usá-lo para aumentar suas vendas, continue lendo este post!

O que é Data Driven Marketing

Em suma, usar o Data Driven Marketing é tomar decisões mais objetivas sobre sua estratégia de marketing, baseado em dados fornecidos e coletados de seus clientes, fornecedores e colaboradores. E não se assuste — essa quantidade de dados é realmente gigante, e tende a crescer cada dia mais. Cada clique, visita em sua página virtual, cadastro de um novo cliente ou fornecedor, providencia mais informações para te ajudar a criar estratégias mais assertivas.

É claro: ter informações e não saber interpretá-las não adianta nada. Por isso, vale a pena investir em um sistema eficaz para ter relatórios objetivos que o ajudem realmente a criar soluções, sejam essas de comunicação, de produto ou serviço ofertado. Você conseguirá prever uma situação e estará mais preparado para enfrentar qualquer adversidade que surgir em sua empresa, otimizando assim tempo, equipe e investimentos.

Sempre tenha em mente que o ponto central do Data Driven Marketing é baseado em:

Volume, que diz respeito à quantidade de dados obtidos diariamente;

Velocidade com que esses dados chegam para as empresas, que tem se tornado cada vez mais veloz;

Variedade, já que, com tantos dados, vindos de tantas formas, a variação é inevitável;

Veracidade, pois, para usar esses dados, eles têm que ter credibilidade;

Valor, pois, sendo um dado correto e objetivo, resultará em resultados diretos para o caixa da empresa.

E vale lembrar que a importância dessa análise é real tanto para grandes quanto micro e pequenas empresas que já aderiram a esses recursos. Segundo previsão da IBM, em 2020 mais de 75% das empresas já utilizarão essa metodologia para criar soluções inteligentes de mercado.

Data Driven Marketing na prática

Para ilustrar como essa estratégia de análise de dados é fundamental para qualquer empresa, selecionamos dois casos como exemplo, um do setor privado e outro do público.

Em março de 2016, a rede de supermercados mineira Super Nosso anunciou o investimento de R$1.000.000,00 em Big Data. Para investir essa quantia é necessário ter um motivo vantajoso — e é; foi justamente o retorno que a empresa conseguiu em 2015, utilizando a análise de dados, que impulsionou tamanho investimento, segundo uma matéria divulgada pela Associação Capixaba de Supermercados, ACAPS.

Enquanto o setor supermercadista mineiro teve um aumento de apenas 0,7% em 2015 nas vendas online, em relação ao ano anterior, a rede Super Nosso cresceu 36% com a plataforma Super Nosso em Casa. No Brasil, o aumento do setor foi de 15% no mesmo período. Só isso já demonstra como a análise de dados pode influenciar o faturamento das empresas.

Saber o que o cliente quer e oferecer soluções práticas para encantá-lo e fidelizá-lo é a melhor forma de se destacar frente a seus concorrentes — e foi exatamente essa a técnica usada pelo Super Nosso em Casa. Por meio da sua plataforma é possível administrar estoques, sabendo quais produtos são mais procurados em determinadas regiões, além de prever qual produto iria faltar, reduzindo os custos em compras e perda de estoque.

O resultado foi uma melhor experiência de compras e maior retenção de clientes. Tais experiências têm se tornado possíveis graças ao avanço tecnológico. Hoje, a relação entre empresa e cliente se tornou mais estreita, e tirar proveito dessa nova realidade é saber usar a tecnologia da informação para gerar retorno financeiro.

Mas, por outro lado, o processo de compra e venda também deve se modificar. Estar atento ao mercado também significa mudar culturas organizacionais, e para isso deve-se tirar de vez do perfil da empresa o clássico “venda a qualquer preço”, e dar ao cliente experiências únicas, agregando valor de status além de apenas o valor material. Assim, conseguindo surpreender o consumidor, as chances de retê-lo se tornam maiores.

Outro exemplo que demonstra bem como é importante a análise de dados é do Ministério da Justiça do Brasil. Pois é — não só o setor privado, mas também o público pode tirar vantagens dessa ferramenta.

O MJ adquiriu um supercomputador da IBM, chamado Watson, para examinar e identificar ações ilícitas, principalmente as que estão relacionadas à lavagem de dinheiro. O banco de dados do MJ também surpreende; ele contém mais de 1 bilhão de registros, e o Watson é capaz de analisar e processar petabytes desses dados em frações de segundos.

E não podemos deixar de falar da Neoway, claro. Foi usando análise em mapas que a empresa foi criada, para hoje se tornar a maior empresa do Brasil em Big Data e análise de dados. Aproveite para conferir um pouco mais e saber como tudo começou.

Vantagens de se investir em Data Driven Marketing

Além do retorno financeiro e melhor colocação no mercado, utilizar análise de dados ajuda também na rotina administrativa da empresa. Coordenar equipes e centralizar as informações, deixando os colaboradores aptos para tomarem decisões sozinhos, mas ainda sob a coordenação do administrador, reduzir riscos e erros, e saber onde, como e quando investir ou retirar algum ponto de venda que não traga resultados estão entre vários outros motivos que certamente farão sua empresa se tornar mais inteligente.

Sem dúvidas, com o uso de Data Driven Marketing você também irá encontrar as informações mais relevantes para desenvolver qualquer estratégia necessária para crescimento de sua empresa. Além disso, somando a uma boa estratégia de TI, seus dados ficarão sempre seguros e agrupados, o que facilitará qualquer análise.

Gostou das nossas dicas e quer aprender mais sobre esse tema? Então aproveite para baixar agora nosso e-book “Data Driven Guide: como usar os dados para otimizar processos na empresa?” e torne-se um especialista no assunto!