Solicitar demo

Blog

Voltar

Como usar Big Data para reduzir custos na empresa?

Você certamente já se pegou analisando como o mundo está cada vez mais conectado. Hoje, o seu aparelho de TV está ligado à internet, carros são “inteligentes” e têm acesso à rede e smartphones estão sempre à mão. Isso tudo sem mencionar redes sociais, e-mails, mensagens instantâneas; ou seja, a digitalização tomou conta do nosso dia a dia.

Toda essa interatividade gera um número impressionante de dados a cada minuto, que pode ser utilizado de diversas formas por empresas de todos os segmentos. A coleta de informações vem se tornando crescentemente relevante, mas muitos gestores ainda não entendem o que é Big Data e o que ele representa para a redução de custos.

Se você é um deles, continue lendo o artigo de hoje para saber como o Big Data pode contribuir para reduzir os custos da sua empresa:

Como o uso de informações pode ajudar as empresas?

Seja para aumentar lucros, criar produtos ou solucionar problemas, a análise de dados está cada dia mais presente na rotina das corporações. Ao centralizar todas as informações da empresa, contando com ferramentas que proporcionem uma análise detalhada, é possível cruzar os dados coletados e tomar decisões mais assertivas e objetivas; isso certamente permitirá que sua empresa se destaque de seus concorrentes.

Essa capacidade de agir de forma estratégica, prevendo acontecimentos por meio de análises minuciosas de toda a informação disponível e extraindo dados relevantes, recebe o nome de Business Intelligence. A partir dela, inúmeros benefícios são obtidos em todos os âmbitos, e até a rotina administrativa se torna mais fácil e menos cansativa.

Mesmo com todas essas vantagens, uma das finalidades mais interessantes do Big Data para as corporações é certamente a utilização da análise de dados para reduzir custos.

O que é Big Data e como usá-lo para reduzir custos?

De forma resumida, Big Data é toda informação que a empresa detém, organizada ou não, que pode ser utilizada para criar estratégias, prevenindo erros ou intensificando algo que está dando resultados.

Existem 5 pilares principais, que recebem o nome de “5 Vs do Big Data”: velocidade, variedade, veracidade, valor e volume. Este último diz respeito à quantidade de dados disponíveis — segundo estimativa da IBM, até o ano de 2020 existirão 44 zettabytes de informações na rede mundial.

Com as ferramentas adequadas, sua empresa pode promover a redução de custos a partir desses dados, analisando informações sobre:

  • a situação atual da sua empresa;

  • sua equipe de colaboradores;

  • quais são os investimentos atuais e como estão sendo realizados;

  • os focos de perda de recursos, como pontos comerciais com vendas aquém do esperado.

E não são apenas as grandes empresas que podem usar essas ferramentas: as pequenas e médias também devem investir em Big Data para se tornarem competitivas.

Por que usar Big Data é importante?

Para se destacar no mercado, uma empresa precisa se manter à frente de seus concorrentes e estar sempre presente na memória de seus consumidores. Para atingir esses objetivos, é de suma importância estar ciente da situação interna da empresa e de como anda o mercado em que ela está inserida.

A partir do momento em que a companhia assume uma postura mais estratégica e otimiza seus resultados por meio de análises de dados, é possível ver mais claramente os erros e acertos e tomar decisões mais assertivas sobre as atitudes necessárias.

Usar essa metodologia também é importante para saber onde economizar, pois, para incrementar o patrimônio e aumentar seu faturamento, é crucial saber usar os recursos financeiros de forma inteligente. Reduzir custos em todos os setores, desde o operacional ao executivo, fará com que sua empresa se estabilize e consequentemente se destaque no mercado.

As vantagens de utilizar Big Data para tomar decisões corretas são imensas quando se trata de custos operacionais, mas também vale ressaltar que a aquisição de novos cientes também se torna mais barata. Identificando o perfil de consumidores e desenvolvendo campanhas exclusivas para determinado nicho, os custos serão menores e a campanha, mais objetiva, garantindo ao mesmo tempo maior retorno e mais economia.

Grandes empresas já conseguiram resultados com o uso de Big Data?

Apesar do desconhecimento de parte do mundo empresarial sobre as possibilidades e os benefícios trazidos pelo Big Data, sua aplicação já gerou resultados em empresas de portes diversos. Conheça alguns cases:

VISA

Uma das preocupações de toda empresa que fornece cartões de créditos é combater atividades fraudulentas ao mesmo tempo em que proporciona serviços sem falhas aos seus clientes. Fazer isso de forma sincronizada demanda muito trabalho.

Imagine a quantidade de cuidados envolvida em uma análise para identificar se o cliente é o responsável por efetuar uma compra num estabelecimento comercial longe de sua localidade usual, por exemplo. Para cruzar informações do perfil e de segurança em segundos e, assim, aprovar ou não a compra, são necessárias ferramentas precisas e análises corretas.

Usando Big Data Analytics, a VISA passou a analisar centenas de variáveis únicas em real time, gerando imensa redução de fraudes e trazendo economia de U$ 2 bilhões em pagamentos fraudulentos.

Macy’s

A rede de lojas de departamentos norte-americana tinha 2 problemas: gerenciar seu crescimento anual e fazer o inventário de todos os itens de vendas — algo em torno de 70 milhões de peças.

Após utilizar ferramentas para análise de dados, a empresa conseguiu diminuir de 27 para apenas 1 hora o tempo gasto em análises de preços, além de reduzir os custos com hardware em 72%. O resultado? Mais economia e melhor otimização de tempo e mão de obra.

GAZO

Empresas com frotas sabem o quanto é oneroso ao orçamento abastecer seus veículos. O que muitas não sabem é que é possível usar a análise de dados para encontrar postos com preços menores e, assim, reduzir custos com combustível.

É isso que faz o Gazo, aplicativo disponível para Android e iOS. O aplicativo tem, em seu banco de dados, cerca de 57 mil estabelecimentos comerciais. Por meio da geolocalização, ele mapeia os postos com menores preços, fazendo com que os gastos com abastecimento sejam reduzidos significativamente.

Netflix

A utilização de análise de dados para reduzir os custos na conquista de novos clientes foi o fator de sucesso do seriado Stranger Things, da Netflix. Baseado nas preferências e nas buscas de seus usuários, a empresa lançou uma série que, em apenas 2 semanas, se tornou o assunto mais comentado nas redes sociais.

De certa forma, a maneira como a empresa criou o seriado foi bastante criticada, mas isso não tira o mérito de ter acertado a dose na composição dos personagens e na redução de custos para agradar o consumidor.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como usar Big Data para reduzir custos, vale a pena ler esse outro artigo e entender mais sobre o que é Big Data e qual a importância de implementá-lo na empresa!

Quer saber como fazemos na prática?

Solicitar demo