Solicitar demo

Blog

Voltar

Tendências e novidades em Big Data Analytics marcam edição 2018 do Data Driven Business

Mais de 600 pessoas participaram, nos dias 8 e 9 de março, da edição 2018 do Data Driven Business, maior evento de Big Data Analytics, promovido pela Neoway no Costão do Santinho, em Florianópolis. O evento serviu para apresentar tendências e novidades, além de cases e boas práticas para quem busca ampliar seus resultados a partir do melhor aproveitamento de dados para dimensionar mercados e prospectar clientes. “Cada vez mais a tecnologia veio para ajudar a organizar os dados”, destacou o CEO da Neoway, Jaime de Paula. “Você acha que sua empresa não precisa de dados? Mas seu concorrente acha que sim e vai passar na sua frente.”

A abertura oficial do Data Driven Business ocorreu na sexta-feira (9), mas no dia anterior os participantes acompanharam, além de outras palestras, a apresentação dos quatro cases vencedores do 2º Neoway Advisor. Foram premiadas Göerdert, Santander, Tigre e Procuradoria-Geral do Estado de São Paulo, todas clientes da Neoway, que compartilharam suas experiências e resultados utilizando as soluções para a tomada de decisões baseadas em dados desenvolvidas pela empresa.

Também no dia 8, houve o anúncio do Mapa de Consumo, fruto de uma parceria entre a Tendências Consultoria e a Neoway. Trata-se de uma iniciativa com o objetivo de cruzar dados públicos para estimar o potencial de consumo de uma determinada região. O Mapa coleta dados como média salarial, renda de aposentados, número de microempreendedores, renda de funcionários públicos, entre outros, de Capitais e maiores cidades. Com isso, a empresa consegue gerar uma estimativa bem específica para um determinado local, que pode ser uma cidade ou até um bairro.

Guga, embaixador Neoway

Na sexta-feira (9), o CEO da Neoway, Jaime de Paula, abriu a programação apresentando detalhes da ferramenta de Big Data da empresa. A palestra serviu de introdução para o anúncio oficial do ídolo Gustavo Kuerten, o Guga, como o novo embaixador da Neoway. “O convite para ser embaixador da Neoway é muito motivante até pela ligação de ser, assim como eu, aqui de Florianópolis, e voar para o mundo”, disse Guga, relacionando sua carreira com a expansão de mercado da Neoway.

Em seguida, Guga compartilhou com a plateia um pouco de sua trajetória vitoriosa, relacionando o sucesso nas quadras de tênis com fatos marcantes de sua vida. O ídolo manezinho da Ilha deixou como recado a importância de tudo (de bom ou de ruim) que antecede as grandes conquistas, fazendo um paralelo entre o uso de dados na construção de estratégias. “O cenário já vem de outros momentos, da experiência anterior não de um ano, de uma vida, mas de muitas vidas”, afirmou, relembrando o papel do pai Aldo, da mãe Alice, dos irmãos Guilherme e Rafael, e do técnico, Larri Passos, na construção de sua carreira.

Prospecção com dados

Família também teve destaque na palestra do consultor Aaron Ross, conhecido pelo trabalho revolucionário que fez na SalesForce entre 2002 e 2006 e pelo best-seller “Receita Previsível”, uma das participações mais aguardadas da edição 2018 do Data Driven Business. Citando seus nove filhos em diferentes momentos da apresentação, Ross lembrou do fracasso como empreendedor por não ter capacidade para vender e como isso – mais a família – o motivou a mudar. “Eu só queria pensar em vendas quando cheguei na SalesForce em 2002”.

Ele contou que, na época, a empresa focava na contratação de vendedores renomados, mas que não traziam contratos nem dinheiro de relações anteriores com clientes. Esta constatação serviu de gatilho para a metodologia que Ross desenvolveu com foco na prospecção para gerar receitas previsíveis. “Se conseguir criar um crescimento previsível, conseguirá receitas previsíveis”, disse. “A melhor forma de aumentar não é o número de vendedores, mas sim a ideia, a forma de vender”. Para isso, além de estruturar a equipe com esta visão, Aaron Ross enfatizou que o uso de dados é um bom começo para o trabalho de prospecção.

Importância dos dados

A programação do Data Driven Business prosseguiu com palestras que reforçaram a importância dos dados em seus negócios. A plateia conferiu as participações de Milton Beck, diretor-geral do LinkedIn América Latina, e Paula Bellizia, CEO da Microsoft Brasil, além de um painel mediado pelo jornalista Aluízio Falcão e que contou com depoimentos de representantes da XP Investimentos, Recovery Recuperação de Crédito, Grupo Ultra e Procuradoria-Geral do Estado de São Paulo. O Data Driven Business contou também com a participação do procurador Deltan Dallagnol, um dos coordenadores da Operação Lava-Jato, que falou sobre combate à corrupção e ética nos negócios.

Coube ao consultor Walter Longo a tarefa de encerrar a programação do evento com a palestra Trilema Digital: Exteligênica, Tribalismo e Compartilhamento. “Os dados deixaram de ser opção e passaram a ser o epicentro das decisões”, disse Longo na abertura de sua apresentação ao comparar com o cenário vivido hoje com o da edição 2017 do Data Driven Business. O consultor, que faz parte do conselho da Neoway, falou do que chama de “A Revolução do Novo” e do quanto somos doadores de dados enquanto vivemos.

Lançamento novo produto

O Data Driven Business também marcou o lançamento do novo produto da Neoway. “O Risk & Compliance é o produto para as empresas que estão buscando trabalhar com ética e segurança para dar continuidade na relação com os clientes”, disse Jaime de Paula na apresentação do novo produto. São mais de mil fontes públicas de dados disponíveis para acesso e análise, o que contribui para uma maior eficácia no trabalho de combate à fraude.

Segundo Rodrigo Barcia, Head de produto da Neoway que participou do desenvolvimento da novidade, o Risk & Compliance nasceu da observação de que os clientes precisavam gerar dados para outros fins. “A partir daí começamos a desenvolver o produto com o objetivo de reduzir a sobrecarga dos analistas e proporcionar análises mais profundas, processos eficientes, além do cumprimento das obrigações e melhores práticas do mercado”, disse. Barcia demonstrou para a plateia a funcionalidade “webcheck” para análise de mídia a partir do filtro de notícias relacionados a um determinado cliente.

Quem participou do Data Driven Business teve a oportunidade também de conhecer o trabalho do Instituto Padre Vilson Groh, responsável pelo desenvolvimento de diversos projetos sociais na Grande Florianópolis, e que conta com o apoio institucional de empresas entre as quais a Neoway. Por fim, no encerramento do evento, o CEO da Neoway, Jaime de Paula, agradeceu a presença e participação de todos e convocou todo o time para o palco.

O Data Driven Business 2018 contou com o patrocínio de Microsoft, Brasoftware, Tendências Consultoria Integrada, Grupo Abril, Predictable University, Klooks, MindMiners, além do apoio institucional da ACATE (Associação Catarinense de Tecnologia), Anfacer (Associação Nacional de Fabricantes de Cerâmica para Revestimento), Abeprest (Associação Brasileira de Empresas de Soluções de Telecomunicações e Informática) e SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo).

Quer saber como fazemos na prática?

Solicitar demo