Extrair dados, não só em volume, mas com velocidade e relevância suficientes para se transformarem em informação de valor tem sido o foco de muitos negócios. Cada vez mais se fala em Big Data. Porém, empresas que estão conseguindo otimizar seus resultados e usar dados para negócios estão num patamar adiante. A discussão é como o Data Driven Business pode contribuir na prática para trazer números crescentes e, principalmente, de qualidade. Por isso, na conferência Data Driven Brasil: connecting data and business, Euler Barbosa, diretor de cobrança corporate da Recovery, trouxe um pouco de como a visão de data driven está mudando desde a relação com os clientes até o entendimento da própria oferta de produto e serviço. Confira.

 

Recovery: dados para negócios otimizam resultados na recuperação de crédito

 

A Recovery atua em diferentes frentes, que vão desde prospecção, gestão, operacional em vários segmentos e com pessoas físicas e jurídicas. Em sua expertise de recuperação de créditos, a empresa consegue otimizar seus resultados por conta da análise preditiva. Euler Barbosa, diretor corporate da Recovery, durante a conferência Data Driven Brasil: connecting data and business, enfatizou o quão os dados são imprescindíveis desde o atendimento das necessidades do dia a dia até para o acompanhamento de tendências.

 

Quando se olha a inadimplência, Euler Barbosa é contundente em afirmar que a análise preditiva é a única forma acoplada com outras tecnologias que consegue atacar e suprimir o grande volume de inadimplentes. Diante desse cenário , há três fases dentro da recuperação de crédito que têm conseguido otimizar resultados com a análise preditiva: precificação, segmentação e gestão. Na precificação, há o valor das garantias (que trata sobre tempo jurídico de resoluções, contingências e até prêmio). Na segmentação, há a resposta sobre a priorização de recuperação. Já na gestão, a empresa ganha na identificação de blindagens, fraudes e credores.
Por fim, Euler Barbosa finaliza com um pensamento que resume não só a otimização de resultados, mas a própria aplicação da transformação digital no cotidiano das empresas. “Líderes engajados no presente são capazes de transformar o mercado em que atuam”. Sendo assim, para alcançar e superar as entregas, cada vez mais é preciso estar atento às novidades do Data Driven e como os dados estão sendo capazes de otimizar resultados e colocar as empresas na corrida por vantagens competitivas.