Clique aqui e conheça as iniciativas Neoway para a Covid-19

Solicitar demo

Blog

Voltar

Aplicações de IA

O uso de aplicações de IA, machine learning e Big Data nos negócios

Diversos segmentos no Brasil estão passando por uma transformação digital nas suas operações e estratégias de negócios, que muito se deve a aplicações de IA (Inteligência Artificial) em suas soluções. E não somente nas startups tecnológicas, que têm por objetivo a disrupção de segmentos inteiros usando IA. Empresas tradicionais que querem se manter competitivas também estão seguindo essa tendência.

Neste artigo, Igor Cortez, Head Data Scientist da Neoway, explica como esse cenário tecnológico ajuda os negócios e faz uma equipe comercial vender mais e melhor.

O machine learning nas aplicações de IA

O machine learning é um subcampo de IA que estuda algoritmos com capacidade de reconhecer padrões e fazer inferências para aperfeiçoar a execução de uma tarefa sem receber instruções explícitas. A distinção de instruções explícitas indica que a maneira de se chegar a uma resposta não é pré-programada, ou seja, o próprio algoritmo faz essa descoberta.

A maioria das empresas usa o machine learning para a automação de processos (como tarefas de escritório ou veículos autônomos) e para acelerar a tomada de decisão de negócios. No segundo caso, ele está inserido no contexto de analytics, que oferece quatro tipos de soluções:

  • Descritiva: o algoritmo apresenta dados para que o ser humano possa interpretar e retirar insights. Exemplos: dashboards, BIs e algoritmos de clusterização.
  • Diagnóstico: explica por que um certo evento ocorreu. Exemplo: investigar o motivo de um churn e assim poder atuar para evitar futuras perdas.
  • Preditiva: prevê o sucesso de ações. Talvez seja o tipo mais utilizado, pois ajuda a avaliar o risco da tomada de decisão. Exemplo: a recomendação de produtos baseada no histórico de vendas e de perfil do cliente.
  • Prescritiva: sugere a melhor decisão a ser tomada ou até mesmo a toma sozinho. Exemplo: o algoritmo de leilão de ads do Google, que define o preço dos anúncios.

O Big Data nas aplicações de IA

O termo Big Data remete a grandes volumes de dados de alta complexidade. À sua definição são atribuídos cinco princípios, os chamados 5 Vs:

  • Volume: capacidade de processar uma grande quantidade de dados;
  • Variedade: eficiência para trabalhar com diferentes fluxos de dados;
  • Velocidade: alto desempenho de análise para encontrar padrões rapidamente;
  • Veracidade: relevância, confiabilidade e proteção dos dados;
  • Valor: identificação de tendências e padrões que permitem ao gestor tomar decisões precisas.

Nesse quesito, onde entram as aplicações de IA? Elas ajudam a extrair o valor latente no Big Data, dando sentido, interpretabilidade e potencial de gerar valor a um emaranhado de informações. Para tanto, é fundamental implantar na empresa uma cultura Data Driven (guiada por dados), a fim de que todos os seus profissionais entendam a importância dos dados na definição de estratégias e no aperfeiçoamento do funil de vendas.

Empresas de recuperação de crédito também se beneficiam do Big Data, pois as ferramentas combinam inúmeras variáveis para manter sempre atualizada a carteira de clientes devedores. A Plataforma Neoway, por exemplo, também analisa fontes públicas externas para facilitar o trabalho da equipe de recuperadores.

Aplicações de IA bem-sucedidas

Confira mais alguns exemplos de como as aplicações de IA têm impactado o mundo dos negócios:

  • Os chatbots estão transformando o telemarketing e os serviços de atendimento;
  • O setor financeiro, um dos pioneiros no uso de IA, cria scores de crédito que ajudam a proteger seus investimentos. Também usa IA para comprovação de identidade e detecção de fraudes;
  • Os e-commerces usam IA para recomendar produtos;
  • O setor jurídico já consegue analisar enormes quantidades de processos jurídicos e até prever resultados;
  • Os departamentos de marketing e vendas fazem segmentação automática de mercado e qualificam leads a partir de IA e Big Data. As campanhas são disparadas a partir de IA;
  • Os ajustes de preços de passagens aéreas é feito por IA;
  • Algumas clínicas e laboratórios já realizam diagnósticos usando IA;
  • Na indústria de mineração, já temos caminhões operando de forma autônoma;
  • IA também é usada para melhorar a gestão das empresas, suas operações e processos.

Para saber mais sobre aplicações de IA para otimizar o seu negócio, continue acompanhando o blog da Neoway e siga nossas páginas no Facebook e LinkedIn.

Quer saber como fazemos na prática?

Solicitar demo