Solicitar demo

Blog

Voltar

Importância do Big Data: diferenciais para ganhar mercado e clientes

Você já deve ter ouvido - e também temos falado com frequência aqui no blog - que hoje a importância do Big Data e o valor que a tecnologia gera aos negócios não se resume à quantidade de dados armazenados, e sim ao que se pode fazer com eles. Ou seja, é preciso processá-los e analisá-los por meio de sistemas inteligentes - softwares de alto desempenho - para obter respostas que permitam que a empresa ganhe precisão e agilidade nos processos de marketing e vendas.

Mas podemos ir além. Para cada tipo de negócio, são os filtros de busca personalizados para análise destes dados estratégicos que permitirão uma melhor segmentação e prospecção de novos mercados e clientes. É por meio desta avaliação precisa sobre a carteira e o mercado que a empresa poderá realmente mensurar a importância do Big Data na hora de expandir ou readequar sua atuação.

No artigo, vamos mostrar um pouco mais sobre as vantagens de operar com ferramentas de Big Data completamente ajustadas à realidade e às necessidades de cada empresa.

A importância do Big Data é percebida por meio de análises extremamente personalizadas para cada negócio

As plataformas que entregam bons resultados e assim mostram a importância do Big Data para a melhoria do desempenho do negócio são as que permitem que a empresa possa usar diferentes filtros de busca, combiná-los e ainda criar novos.
Com eles, pode-se criar os nichos que lhe interessam e refinar as buscas de acordo com a estratégia definida, como analisar em profundidade a carteira de clientes, entender melhor os mercados onde atua ou onde deseja atuar e dar precisão às ações de marketing e vendas. Vamos explicar um pouco melhor cada um destes diferenciais:

Analisar em profundidade a carteira de clientes

A tecnologia do Big Data Analytics permite que em segundos seja definido o perfil da carteira de clientes. Estas ferramentas utilizam como base principal os dados estratégicos fornecidos pela empresa, captados de diferentes fontes:

  • cadastros de clientes e prospects;
  • relatórios empresariais;
  • plataforma de vendas;
  • pesquisas de satisfação;
  • programas de fidelidade;
  • reviews de produtos;
  • interações de clientes com conteúdos ou redes sociais.

Rapidamente, após a inserção das informações, pode-se conhecer em profundidade como se comportam, qual o porte e os principais interesses de seus clientes e, com base nisso, segmentá-los.

A partir do somatório destas possibilidades, cada empresa pode escolher os filtros mais interessantes para a segmentação planejada. Inclusive entre as variáveis possíveis estão a identificação dos perfis ideais para cross ou up-selling e aqueles com possibilidade de churn. Trabalhando estas informações junto ao time de vendas, por exemplo, pode-se elevar o ticket médio dos clientes e prevenir/reverter possíveis perdas na carteira.

Entender melhor os mercados em que atua ou deseja atuar

Outra possibilidade do Big Data é ampliar as variáveis de segmentação. Isso pode ser feito ao incluir e fazer o cruzamento da base interna com mais informações externas - de mercado, sociodemográficas, macro e micro cenários de consumo, concorrência etc. - vindas de fontes públicas atualizadas e confiáveis (devem seguir os critérios internacionais de governança).

Assim, é possível saber com precisão qual o tamanho do mercado existente (TAM) e segmentá-lo para encontrar o mercado alvo (SAM) que tenha potencial de consumo para o tipo de produto/serviço oferecidos - inclusive segmentando por localização geográfica e volume estimado. Se também for preciso identificar parceiros de negócios, as ferramentas de Big Data ainda ajudam a encontrar empresas com potencial para alianças e parcerias, com base em tipo de atividade, porte, ramo e demais informações relevantes.

Organizar a dar precisão às ações de marketing e vendas

Ao conhecer a fundo o perfil da sua carteira, a penetração da empresa nos mercados e a propensão de consumo de seus clientes, fica mais fácil saber onde (cidade, estado ou país) se está bem posicionado e os locais para crescer (potencial de expansão).

Todo este levantamento prévio de informações possibilita que se faça uma análise preditiva para dar eficiência às ações de marketing e vendas, que são completamente direcionadas para atender os perfis ideais (semelhantes aos que a empresa já atende com sucesso e com mais capacidade de conversão) e em mercados específicos. Dessa forma, as campanhas ganham precisão - inclusive com menos desperdício de recursos e tempo - chegando sempre aos consumidores com maior potencial de conversão.

Como vimos, as soluções inteligentes de Big Data Analytics apresentam diferenciais que ajudam as empresas a ganhar mercado e clientes em cada segmento de negócios e potencializar a estratégia de expansão definida. Para saber mais sobre as vantagens destas ferramentas, acompanhe as atualizações do nosso blog. Se tiver alguma dúvida ou quiser conhecer mais os produtos da Neoway, fale com nossos especialistas.

Quer saber como fazemos na prática?

Solicitar demo